Make your own free website on Tripod.com

Please download Java(tm).

A história do município contada pelos moradores mais antigos.

Quando os portugueses aqui chegaram, no início do século XV, estas terras já eram habitadas por várias nações indígenas, com seus hábitos, sua cultura e sua fé. Quando estes colonizadores chegaram à região do município de Santa Rita, o lugar já era ocupado pelos índios Babu, uma tribo nômade, que apesar se séculos de resistência, foi gradativamente dizimada. A eles dedicamos este trabalho para que o sejam lembrados como símbolos de força, resistência e determinação diante dos obstáculos que o meio nos impõe.

ESTADO: Maranhão - CIDADE: Santa Rita - ALTITUDE: 28 m
ÁREA DO MUNICÍPIO: 769,8 mil m2 - LAT. : 3º34'07" SUL - LONG. : 69º22'37" OESTE

OS PRIMEIROS MORADORES

O município é resultado da fixação do capitão de infantaria, Raimundo Henrique Viana de Carvalho e sua família. Durante meio século o povoado de Santa Rita, assim denominado pelo capitão devido a sua devoção por esta santa, cresceu lentamente por falta de comunicação e pela sua posição desfavorável ao fluxo imigratório. Os primeiros moradores do nosso município vieram de Itapecuru, onde formavam pequenas vilas de pescadores nas suas margens, como o povoado Areias. Outros tantos vieram por mar, chegados da Europa, desembarcaram no Porto das Gabarras, localizado entre os municípios de Rosário e Anajatuba e fixaram residência.

Com o aumento da população, as pessoas foram adentrando cada vez mais nas matas da região, o que resultava no surgimento de pequenos povoados, formados por famílias de pescadores, lavradores, artesãos, entre outros. E assim eles foram chegando...

A construção da estrada de ferro São Luis-Teresina

Com a construção da estrada de ferro São Luis-Teresina, entre 1910 e 1930, houve impulso no crescimento populacional na região co.+m a formação de vilas de operários às margens de ferrovia, entre elas, as mais importantes para a formação do nosso município estão Carema, Cajueiro e Recurso. Havia também os quilombos formados por escravos fugitivos, como é o caso de quilombo de Santa Rita. A estrada de rodagem São Luis-Teresina não era pavimentada e era de difícil acesso, mesmo assim, foi através dela que o município conseguiu se desenvolver com mais rapidez. Foram chegando as primeiras famílias: os Belfort, os Silva, a família Muniz, os Albuquerque, os Plácido, os Prazeres, os Mendes, os Vieira, os Marvão, os Torres, os Pinheiros, os Launé, os Oliveiras, os Carvalhos, os Alves, entre tantas outras famílias que formaram a base da nossa comunidade, com seus filhos, gato, cachorro, galinha... enfim, toda família. Até 1960 Santa Rita era um povoado ligado à cidade de Rosário, com poucas casas comércios, possuindo apenas uma escola primária, uma farmácia e uma capela rústica, onde se realizava os festejos a Santa Rita de Cássia. Após a construção da BR 135, o município tomou impulso, crescendo tanto no setor agrícola, conto no comercial.

A construção da estrada de rodagem São Luis-Teresina

Ao chegarem ao nosso município, o grupo de operários do DNER responsável pela construção da estrada de rodagem São Luis-Teresina, montou acampamento onde hoje se localiza a praça da Igreja. Construíram a caixa d'água, que hoje pode ser considerada como monumento histórico pela sua origem e pela forma que tem. O engenheiro responsável pela obra era o Dr. Urbano Ferro Gomes.

O lugarejo foi crescendo e tomando forma. Reconstruíram a capela de Santa Rita de Cássia, a padroeira da cidade. Casas, comércio, hotéis, açougues, escolas, postos de gasolina foram surgindo. Instalou-se gerador de energia elétrica movida óleo diesel que era desligado às 10 horas da noite, após três sinais de aviso dado pelo operador.

Com a presença constante, naquela época, do Dep. Ivan Saldanha nos povoados de Santa Rita e Carema, grupos políticos foram se formando, cujos representantes sentiram a necessidade de desligar o povoado do município de Rosário e elevá-la à categoria da cidade.

Algumas das primeiras casas de Santa Rita na época da sua fundação, em 1961.

O município de Santa Rita é resultado do desmembramento de Rosário. Entre o final dos anos 40 e início dos anos 50 do século passado, já havia famílias residentes na região. O lugarejo era administrado pela comarca de Rosário. Porém, a sua emancipação só ocorreu muitos anos depois. O município foi criado pela lei nº 2.159 de dezembro de 1061, publicado no Diário Oficial de 18 de dezembro do mesmo ano e solenemente instalado em 28 de janeiro de 1962.

O primeiro prefeito a assumir o governo da cidade foi o Sr. Éber Gomes Braga, que administrou o município de 28 de janeiro de 1062 a 17 de janeiro de 1963, através de nomeação pelo então governador do Estado, José Sarney, sendo substituído pelo Sr. João Batista de Carvalho, primeiro prefeito eleito que governou de 17 de janeiro de 1963 a 08 de julho de 1968, não tendo cumprido o seu mandato dada a sua cassação, sendo substituído pelo vice-prefeito, o Sr. Manoel Serra Ferreira, que administrou até 31 de 1969.Os outros prefeitos que administraram o município foram: Sr. José Raimundo Muniz - governou de 31 de junho 1969 a 31 de julho de 1973; Antônio Costa Ribeiro - governou de 31 de julho de 1973 a 31 de julho de 1977; Carlisso Enes Calvet - governou de 31 de julho de 1977 a 01 de janeiro de 1983; Antônio Muniz de Carvalho - de 01 de janeiro de 1983a 01 de janeiro de 1989; Lyssuel Souza Calvet - de 01 de janeiro de 1989 a 01 de janeiro de 1993; José Manoel Alves da Silva - de 01 de janeiro de 1993 a 01 de janeiro de 1997; Osvaldo Marinho Fernandes - de 01 de janeiro de 1997 e cassado em 12 de março de 1998; Antônio José Muniz - vice-prefeito, substitui Osvaldo Marinho em 13 de março de 1998, governou até 01 de junho de 2000, quando o Osvaldo Marinho reassumiu; Osvaldo Marinho Fernandes - (reeleito em 1º de outubro de 2000) governou de 01 janeiro até os dias atuais.

Localização

Os municípios maranhenses estão agrupados em cinco mesorregiões, que são: Mesorregião Norte Maranhense, Mesorregião Oeste Maranhense, Mesorregião Centro Maranhense, Mesorregião Leste Maranhense, e Mesorregião Sul Maranhense. Estas mesorregiões estão dividida em 21 Microrregiões. Assim agrupados, os municípios podem ser mais bem assistidos pelos planos desenvolvidos pelo governo.

O município de Santa Rita está situado na microrregião de Rosário, longitude - 44.3º(oeste) e latitude - 31.1º(sul) possui uma área de 766 km² e está a uma altitude de 28m acima do nível do mar. A microrregião de Rosária está incluída na Mesorregião Norte Maranhense, a mais populosa do estado. O município é cortado pela BR 135, pelo rio Itapecuru e duas ferrovias: Carajás-Ponta da Madeira e São Luis-Teresina

Limites

Santa Rita faz limites com os seguintes municípios: ao norte - Bacabeira e Rosário; leste - Presidente Juscelino; sul - Itapecuru e a oeste Anajatuba.

População

Atualmente Santa Rita conta com uma população de aproximadamente 24.922 habitantes, de acordo com os dados de censo de 2000, dentre os quais 12.676 são homens e 12.246 são mulheres. Deste 9.666 moram na sede e 15.256, na zona rural.

Gentilício

A pessoa que nasce no município de Santa Rita é chamada de santarritense.

Relevo

O relevo da região é formado de planaltos e planícies. Das planícies boa parte é composta de campos naturais, que é de grande importância para o município, pois dele o homem tira o peixe, o mussum, o garanguejo, o quelônio, a juta o carão para seu sustento, além de servir para a criação extensiva de bovinos e de suínos.

Vegetação

A vegetação da região é composta por campos naturais e floresta tropical. Dela se extrai o babaçu, a madeira para construção de casas de taipa e a lenha para alimentar os fornos de indústrias de outros municípios, além da caça que era abundante e hoje se tornou muito escassa.

Clima

O clima da nossa região é tropical úmido com duas temporadas distintas: uma de chuvas e outra de seca a cada ano. A temperatura máxima chega a 35º e a mínima a 25º

Hidrografia

O município de Santa Rita é banhado pelo rio Itapecuru a leste é pelo oceano atlântico a oeste, que de serviu como meio de transporte, abastece vários municípios maranhenses, inclusive a capital, descendo-se também os braços de rio que fornecem alimentação ribeirinha e até da sede. Com o passar do tempo vem sofrendo com ação do homem, que desmata as suas margens de maneira desordenada, para o cultivo de feijão, milho, melancia, quiabo, capim para gato, entres outro o que tem causado de o assoreamento de forma acentuada. Caso não se tome providência no sentido de conter este desmatamento, num futuro próximo toda a nossa região passará por sérios problemas de abastecimento da água.

Organização político-administrativa

O governo do município é formado pelo prefeito, vice-prefeitos e vereadores. Essas autoridades de acordo com as suas atribuição e responsabilidades integram-se em dois poderes, que são o Executivo e Legislativo. Estes são eleitos pelo voto direto, cujo mandato dura quatro anos. O município de Santa Rita possui 138 povoados, dentre os quais Carema, Areias, Cai-Côco, Recurso, Pedreiras, São José e Santiago são o maior destaque. O símbolo do município é a bandeira, o brasão e o hino. A bandeira é formada pelas cores azul, vermelha, preta, azul, branca e verde que representam as três raças e o meio-ambiente e uma estrela amarela no canto superior esquerdo, que representa o Estado do Maranhão. No brasão estão representadas, do lado esquerdo as cores da bandeira nacional; do lado direito o céu e as cores da bandeira do estado; ao centro uma corrente rompida por uma espada simbolizando a emancipação do município e a faixa abaixo exibe o nome do município com o ano de sua emancipação.

Educação

Uma das primeiras escolas a ser construída no município foi a Unidade Escolar "Monsenhor Dourado". Atualmente Santa Rita conta com 24 estabelecimento de ensino pré-escola, deste, três são particulares; 49 estabelecimento de ensino fundamental, 04 de ensino médio(telecurso 2000), sendo uma particular.

Saúde

O sistema de saúde do município conta com 01 hospital público e duas clínicas particulares, que prestam serviço de atendimento de emergência consultas ambulatoriais.

A zona rural dispõe de 09 posto saúde, que estão localizados nos seguintes povoados: Crema, Santana, Areias, São Raimundo da Felicidade, Santiago, Jiquiri, Sítio do Meio, Marengo e Recurso. Além dos postos de saúde, os povoados são assistidos pelos Agentes Comunitários de Saúde, por técnico da SOCAM e por cinco equipes de Programas Saúde da Família, implantada em julho de 2000, que realizam atendimento domiciliar com a distribuição de medicamentos.

O hospital público é um dos primeiros prédios construídos no município. O piso e o telhado eram de cerâmica e telha importados da Inglaterra. Nele funcionou a primeira escola estadual, prefeitura, delegacia, câmara, igreja e clínica médica. Em 1974, durante a gestão do governador Pedro Neiva, a clínica foi transformada em Unidade "Maria Helena Freia", nome dado em homenagem à esposa do senador Vitorino Ferreira. No governo Nunes Freire, a Unidade Mista passou pela primeira reforma, modernizando o sistema físico do prédio. No governo João Castelo aconteceu a segunda reforma, onde se construiu o muro e fizeram-se outras modificações internas. O grande projeto de reforma desta Unidade Mista aconteceu durante o governo Epitácio Cafeteira e foi concluído na gestão do governo João Alberto. Porém, o sistema que viabiliza todo o serviço de saúde da Unidade foi implantado durante o governo de Edison Lobão. Ataulmente o prédio daquela casa de saúde não apresenta nenhum traço de sua arquitetura original.

ECONOMIA

Com o advento da Estrada de ferro São Luiz-Teresina, entre 1910 e 1930, a escoação da produção local, que era feita através do Porto das Gabarras e do rio Itapecuru, também passou a ser feita por via férrea. As pessoas saíam do Porto em suas montarias, cruzavam a nossa região e iam até Carema para compra e vender mercadorias. Depois veio a construção da estrada de rolagem SãoLuis -Teresina, o que fez com que o município tivesse um crescimento favorável à sua economia. Atualmente, o município é provido de pequenas indústrias de produção de cachaça, de beneficiamento de arroz dando-se destaque para produção de farinha de mandióca.

O comércio é composto de supermercados, padarias, lojas de móveis e eletrodomésticos, de confecções, de materiais de construção, farmácia, lanchonetes, casas de autopeças e comércio de gêneros alimentícios.

Na pecuária, destacam-se a criação de bovino, suínos, caprinos, e aves.

Na agricultura, os principais produtos cultivados são a mandioca, o arroz, o feijão, o milho, a melancia e a banana.

No setor financeiro o município conta com uma agência bancária e uma casa lotérica, onde são efetuados pagamentos de contas de água, luz, telefone e previdência social.

Transporte

A princípio o melhor meio de transporte do município era o ferroviário, que ligava a capital do Estado passando por Carema, à Teresina, capital piauiense.Havia também a estrada de rodagem São Luis-Teresina, mas o seu acesso para o escoamento da produção. Atualmente, a BR-135 liga o município a todos Estados do Brasil, tendo ainda um novo meio de transporte através de ferrovia Carajás, com um trem de passageiros para o estado do Pará.

Comunicação

Em época passadas a comunicação do município com outros lugares era feita principalmente através do serviço de telégrafo, hoje desativado, que funcionava na residência do Sr. Benedito Borges e pelo serviço de alto-falantes, a Voz "São José", uma espécie de rádio comunitário, que anunciava os mais variados tipos de informações: desde convites para festa, passando por propagandas do comércio local a notas de falecimento. Atualmente a comunicação local é feita por uma agência dos Correios; pelos serviços de telefonia da Telemar, com 350 linhas telefônicas instaladas; além de receber notícias através do rádio da televisão e pela internet. O serviço de alto-falantes, a Voz "São Luiz", ainda funciona, sem nunca ter mudado o seu padrão de funcionamento.

Santa Rita - MA em síntese

Fonte: Santa Rita - MA :: Municípios em dados :: Banco Federativo :: BNDES
DADOS BÁSICOS

Ano de Instalação: 1961
Micro-região: Rosário
Região: Nordeste
Estado: Maranhão (217 municípios)

POPULAÇÃO

Censo 2000
24.922
Estimativa 2002
23.281
Urbana
  39%
   Rural
     61%

Taxa média de crescimento da população: 1,79%

Taxa de mortalidade infantil: 74,8 p/mil

Esperança de vida ao nascer: 60,5 anos


Santa Rita pontilhado no centro superior do mapa

EDUCAÇÃO - Analfabetos com mais de 15 anos:
Município Estado Brasil
32,65% 28,39% 13,63%
Área Territorial: 786,08 km2

Índice de Desenvolvimento Humano

IDH

Município Estado Brasil
1991 2000 2000 2000
Total 0,477 0,592 0,647 0,757
Renda 0,394 0,475 0,558 0,720
 Longevidade 0,513 0,592 0,644 0,710
Educação 0,523 0,708 0,738 0,830
Rank no Brasil - 4820º 26º -
Rank no Estado - 87º - -
SITUAÇÃO DOS DOMÍCILIOS URBANOS
Com água: 80,4%
Com esgoto sanitário: 0,6%
Com coleta de lixo: 14,2%
ECONOMIA  
  Município Estado Brasil Instituições financeiras: nenhuma
Valor do PIB: 4,03 milhões 6,37 bilhões 694,97 bilhões

Agropecuária:
Indústria:
Serviços:

52,9%
7,5%
39,7%
   
PIB per Capita: R$ 190,88 R$ 1.220,04 R$ 4.958,85
Firmas Formais
Trabalhadores: 0-4 5-19 20-99 100-499 500+
Número:
% Estado:

19
0,16%

7
0,15%
0
0,00%
1
0,31%
0
0,00%
Emprego Formal
Trabalhadores: 0-4 5-19 20-99 100-499 500+
Número:
% Estado:
38
0,20%
52
0,13%
0
0,00%
173
0,25%
0
0,00%
Principais Setores de Atividade (Agropecuária e Indústria)
Por Firma
Cód. Descrição do Setor Nº. de Firmas
01422 Criação de outros animais de grande porte 1
15400 Laticínios 1
26400 Produtos cerâmicos 1

Por Emprego
Cód. Descrição do Setor Nº. de Empregos
01422 Criação de outros animais de grande porte 5
26400 Produtos cerâmicos 5
20000 Produtos de madeira 5


Fale conosco

Sorry, your browser doesn't support Java.

Design by:
Julio Aldo Marvão
Incremente sua home page clicando aqui
This site is Anfy Enhanced