Make your own free website on Tripod.com

Please download Java(tm).

A arte sobre couro, by Seu Cadó.

 

28 de dezembro de 1928, Apodi, interior do Rio Grande do Norte. Neste dia e local nascia João Evangelista de Oliveira, o Seu Cadó, "Fabricante de beleza".

Seu Cadó, segundo de uma prole de oito filhos, teve uma infância difícil tendo que trabalhar deste cedo na lavoura de milho e feijão e também como ajudante do pai, artesão na produção de selas e outros artigos de montaria, para ajudar a sustentar seus irmãos menores .

De inteligência peculiar não tinha dificuldades em encontrar a matéria-prima adequada para seus trabalhos que eram feitos com muita beleza e um acabamento de muito boa qualidade.

Em meados da década de 1950, o pai abandonou a família e partiu para o Maranhão. Diante de tal situação João Cadó, Janjoca, como era tratado carinhosamente pelos irmãos, se viu obrigado ir à procura do pai.

Chegando ao Maranhão em 1951, instalou-se no povoado Fogoso, onde encontrou o pai. Passou a trabalhar na confecção de artigos de montaria, como selas, alforges, arreios, entre outros.

Em 1955, conheceu Maria Marvão com quem casa em 1959. Em 1960 nasceu o Primeiro filho José Audi, o Babi, depois vieram Jorge Auro, Maria Celi, Julio Aldo, João Evangelista (Dedeu) e Jesus Evangelista.

Durante este tempo Seu Cadó continuou trabalhando na produção de selas e outros artigos de montaria, até que em 1967, Dona Zelinda Lima, de passagem por Santa Rita, conheceu Seu Cadó, o produtor de selas. Dona Zelinda não entende do assunto. Mas fica encantada com a beleza do trabalho. Por quê? " Porque as selas do Seu Cadó" - diz D. Zelinda - " não são simples selas, são obras de arte, trabalhadas com carinho, cheio de pontos, perspontos e arabescos. Lindas!”!

- Seu Cadó, - falou D. Zelinda Lima - transforme as abas desta sela em alforges, com estes mesmos desenhos... Faça bolsas com alças compridas para as madames usarem a tiracolo... Faça bolsinhas com estes mesmos motivos... Eu lhe garanto mercado para eles - continuava Diretora do Centro do Turista do Maranhão.

"Não digo que nasceu o artesão. Não, o artesão já era antigo, mas daí desabrochou o artista! Expandiu-se, transformou-se em criador de peças belíssimas, delicadas... inconfundível: bandejas, sapatos, sandálias, cintos, cigarreiras, infinidades de coisas maravilhosas! Pois assim é o Seu Cadó, João Evangelista de Oliveira, fabricante de beleza".

(Zelinda Lima é atualmente, Diretora do Centro de Cultura Popular "Domingos Vieira filho", São Luis - MA).

História da Escola>> Eventos>> Sala de Informática>> O Bandeirantes F. C.>> História de Santa Rita>>
Cultura & Arte Sta Rita>> Seu Cadó>>   S.O.S. Itapecuru>> Links úteis>>
PTE EFUSP
     


Fale conosco

Sorry, your browser doesn't support Java.

Design by:
Julio Aldo Marvão
Incremente sua home page clicando aqui
This site is Anfy Enhanced